Mário Matins: São José do Egito ganha UPA 24 Horas na festa de 113 anos

ALEPE

quarta-feira, 9 de março de 2022

São José do Egito ganha UPA 24 Horas na festa de 113 anos

 













No dia em que completa 113 anos, São José do Egito ganha hoje a UPA 24 Horas. A solenidade de entrega acontece às 18h no espaço da unidade, no mesmo complexo onde funciona o Hospital Maria Rafael de Siqueira.

A entrega terá as presenças do prefeito Evandro Valadares, do vice Eclérinston Ramos, do Secretário de Saúde Paulo Jucá, de vereadores e equipe de governo. Segundo Paulo Jucá, a UPA 24 horas começará atendendo somente os pacientes de São José do Egito, mais, assim que houver a habilitação por parte do Ministério da Saúde, o atendimento também será feito as pessoas de toda região. No entanto, assim que for ativado a emergência odontológica, que vai funcionar 24 horas por dia na UPA, esse serviço já estará disponível para qualquer pessoa, de qualquer cidade do entorno de São José do Egito.

A principal função da unidade será para abrigar urgências e emergências. “No primeiro momento vamos instalar e solicitar habilitação ao Ministério da Saúde. A unidade abrigará urgência médica e urgência odontológica”. O município está licitando equipamentos para urgência odontológica depois que a empresa anterior deixou a obra alegando incapacidade de conclusão.

Serão 13 especialidades médicas: ginecologia, mastologia, ortopedia, pediatria, neurologia, dermatologia, otorrinolaringologia, ultrassonografia, proctogia, cirurgia geral, urologia, obstetrícia e psicologia. O Secretário espera que com a marcação através da Central de Regulação zerar a fila de espera em 60 dias.

História: No ano de 1838, um fazendeiro de nome Inácio do Nascimento de Souza, cedeu um terreno e em 1839, um missionário capuchinho iniciou uma campanha para a construção de uma nova e maior igreja na comunidade, essa só veio ser concluída 26 depois, no ano de 1865, a partir dai o povoado ganhou o nome de São José das Queimadas. Depois de São José das Queimadas, veio o nome de São José da Ingazeira, isso porque a vila pertencia à época a comarca de Ingazeira. O nome de São José do Egito só veio com a lei provincial nº 1.516, de 11 de Abril de 1881.

Existem duas explicações para o nome São José do Egito: uma tem haver com a parte da história religiosa do lugar e a outra com a riqueza cultural dessa terra. Na religiosidade, quando da capela dedica a São José foi construída à aproximadamente 200 anos, uma imagem de São José veio de Portugal para cá, quando a imagem chegou em solo egipciense, foi reparado nela, que os pés eram cobertos por uma bota.

Segundo historiadores, em Israel, por onde Jesus andou, à milhares de anos, não se usava botas e a região que esse tipo de indumentária era usada era o Egito, logo começaram a chamar a imagem de José do Egito, dai a origem do nome São José do Egito.

Já na parte cultural, veia poética é tão forte, que os poetas antigamente eram tidos como verdadeiros faraós de tão importantes que eram para a sociedade da época e até hoje. O poeta representava a cultura de uma forma tão magistral que foram criadas até dinastias de faraós em São José, como no Egito, com os reis e faraós de lá, essa é a explicação poética para o nome São José do Egito.

Segundo estudiosos, existiram três dinastias de poetas em São José do Egito, a primeira representada pelo grande poeta Antônio Marinho, a segunda pelo magistral Rogaciano Leite e a terceira pelo rei dos trocadilhos Lourival Batista. Esses homens, com seu lirismo, ajudaram a disseminar as sementes da poesia pelo mundo.

0 comentários: