Mário Matins: Acolhimento do Hospital Municipal de Carnaíba passa a ser por classificação de risco

Prefeitura de Caruaru

ALEPE

terça-feira, 8 de fevereiro de 2022

Acolhimento do Hospital Municipal de Carnaíba passa a ser por classificação de risco

 














A partir da terceira semana de fevereiro, o Hospital Municipal Dr. José Dantas Filho, de Carnaíba, passa a adotar o sistema de classificação de risco para acolher os pacientes que chegam ao local.

O objetivo principal é garantir o atendimento imediato do usuário com grau de risco elevado, ao passo que também informa aos demais sobre o tempo provável de espera, visto que o atendimento deixa de ser por ordem de chegada para o grau de risco apresentado pelos pacientes.

Como vai funcionar?

Após a recepção inicial, o paciente é encaminhado para o consultório de enfermagem, onde a classificação de risco é baseada nos seguintes dados:

Situação, queixa e duração; Breve histórico (relatado pelo paciente, familiar ou testemunhas); uso de medicações; Verificação de sinais vitais (SSVV); Exame físico sumário buscando sinais objetivos; Verificação da glicemia e ECG, se necessário. 

O usuário recebe então, uma pulseirinha, onde a cor sinaliza o grau de urgência daquele atendimento:

Vermelho – Atendimento emergencial, paciente com risco eminente, deverá ser atendido imediatamente.

Amarelo – Urgente não é emergência, possui condições clínicas para aguardar atendimento em (até) 1 hora.

Verde – pouco urgente, casos menos graves, mas que exige atendimento médico podendo aguardar (até 2 horas).

Azul – Casos de menor complexidade e sem problemas recentes, será atendido em (até) 4 horas.

Além das pulseiras classificatórias de grau de urgência existem mais duas de sinalização: a lilás para uso do acompanhante, autorizando o mesmo para entrar na unidade. Importante: só será liberado um acompanhante por paciente. 

Por fim a pulseirinha branca para sinalizar aqueles com sintomas respiratórios, neste caso a pessoa receberá às duas pulseiras: a classificatória e a branca. Os usuários com sintomas respiratórios deverão ser atendidos na ala especialmente criada para este tipo de agravo.


0 comentários: