Mário Matins: Diretor do HREC alerta para aumento de internações por conta de Síndrome Gripal

Prefeitura de Caruaru

ALEPE

sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Diretor do HREC alerta para aumento de internações por conta de Síndrome Gripal

 


Unidade hospitalar chegou a registrar 100% de ocupação na Ala Respiratória. Para o doutor Sebastião Duque, momento é de alerta.

Por André Luis

Nesta sexta-feira (7), o diretor do Hospital Regional Emília Câmara (HREC), doutor Sebastião Duque, informou durante entrevista ao programa Manhã Total da Rádio Pajeú, que a unidade vem apresentado alta no número de internações, tanto na UTI, como na Ala Respiratória.

Duque destacou que a unidade vinha apresentando ocupação entre 40% e 50%, mas que já há alguns dias, tem trabalhado com 80% dos leitos de UTI ocupados. “Esse patamar já alerta para termos maiores cuidados. Acende a luz vermelha”, alertou.

O diretor do HREC, informou ainda que a Ala Respiratória tem registrado aumento de Síndromes Gripais muito alto e muito rápido. “A gente percebe que é a Influenza, os sintomas, aparecem logo nos primeiros dias, então, o paciente é acometido e logo vem para unidade com febre, com tosse, com dor de cabeça, diarreia e vômito. Então, isso tem chamado a atenção”, revelou Sebastião.

Duque revelou ainda que nesta quinta-feira (6), a Ala Respiratória estava com 100% de ocupação. “Ontem, a meia-noite, estávamos com 100% de ocupação, o que é um número muito elevado para o horário”, destacou. 

Doutor Sebastião Duque disse ainda, que com relação a Covid-19, não tem sido percebido aumento dos casos, mas revelou que após muito tempo, um funcionário da unidade testou positivo para a doença.

“Os pacientes que estão entrando na Ala Respiratória, todos fazem teste para Covid e na sua maioria esmagadora cerca de 95%, dá negativo”, revelou.

Para o diretor do HREC, diante do atual cenário de crise sanitária que estamos vivendo, não vê nenhuma possibilidade de haver carnaval.

“Eu acho que não é o momento de pensar em carnaval. Agora é o momento da gente se cuidar, evitar aglomerações, usar a máscara e é o momento de se vacinar. Eu acho que o carnaval da gente deve estar voltado a vacinação”, afirmou.

Questionado sobre a demora na decisão do Governo do Estado com relação ao cancelamento, ou não, do carnaval de 2022, Duque, disse acreditar que o secretário estadual de Saúde, André Longo está fazendo tudo com coerência.

“A Influenza tem um pico. É como se as pessoas todas fossem se infectando ao mesmo tempo e depois disso começa a baixar. O carnaval é no final de fevereiro. Eu acredito que doutor André, quando diz que se posiciona a partir da segunda quinzena, tem tido coerência para não tomar nenhuma decisão precipitada. Até porque mexe com a economia, mexe com muita gente”, explicou.

Ainda segundo doutor Sebastião a epidemia de Influenza chegou mais cedo que o habitual. “A gente vê esses casos de gripe., esse aumento, lá para o mês de março abril, era o que a gente esperava e estávamos acostumados, mas no final de dezembro e início de janeiro, eu não me recordo de ter visto isto aqui”, destacou.

“Então, infelizmente, além da pandemia também tem a epidemia. Vamos todos ter os cuidados necessários, a gente não sabe o que vem, mas a gente sabe como se prevenir. Então, dá pra gente fazer a nossa parte”, alertou Sebastião Duque.





Nil Junior

0 comentários: