Mário Matins: Homenagem a Valdir Teles reuniu pessoas de vários cantos do Brasil em SJE

Prefeitura de Caruaru

ALEPE

domingo, 19 de dezembro de 2021

Homenagem a Valdir Teles reuniu pessoas de vários cantos do Brasil em SJE




Chegou ao fim o Circuito Valdir Teles de Cantoria, o encerramento aconteceu nesse sábado (18), na casa onde por muitos anos o cantador morou, no Sítio Serrinha, zona rural de São José do Egito. Cantadores repentistas, poetas, apologistas, autoridades e muitos fãs de diversos lugares do Brasil estiveram presentes na homenagem promovida pela Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes.

Os poetas Ivanildo Vila Nova, Sebastião Dias, Jeferson Silva e Raimundo Caetano deram o tom da viola. Túlio Fontinele, um garot de apenas 10 anos cantador de viola também prestou sua homenagem cantando com Ivanildo Vila Nova. Antônio Marinho fez declamações e apresentou o evento. Monique DÂngelo, Henrique Brandão e vários outros poetas também declamaram. No fim, Val Patriota e Luizinho de Serra fecharam com chave de ouro tocando o forró autêntico.

O Circuito, foi um conjunto de 5 cantorias em diversos lugares de São José do Egito, ao longo do mês de dezembro, que reuniu pelo menos 12 cantadores de viola, dos mais conhecidos do país.

Mariana Teles, filha de Valdir, agradeceu a justa homenagem e a presença de todos, também recitou alguns versos e falou em nome da família. Dona Elza esposa de Valdir Teles e Glaubênio Teles, filho do poeta também estavam presentes.

O Prefeito Evandro Valadares e o secretário de cultura Henrique Marinho acompanharam toda homenagem. Também estavam na Serrinha, o prefeito de Tuparetama Sávio Torres e o vice Diógenes Patriota, o prefeito de Santa Terezinha-PB Arimatéia Camboim e muitos fãs de Valdir Teles de vários estados do Brasil: Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Alagoas, Maranhão, além de outros lugares também marcaram presença.

Valdir Teles nasceu em Livramento – PB, mas foi em São José do Egito, no Sítio Serrinha, onde morou a partir dos cinco anos de idade, que teve seu primeiro contato com a cantoria, iniciando a carreira profissional no repente em 1979. O vate se sentia filho de São José, de tal forma que o público da cantoria o reconhecia assim.

Era um astro no pé-de-parede e considerado um dos principais cantadores de sua geração. Se tornou o “Patrono dos Cantadores de Pernambuco” em 2020. Elevou o nome de São José do Egito e da região por onde se apresentou, e sempre com muito orgulho.

Valdir Teles faleceu em 2020, está sepultado em Tuparetama, cidade que também deverá fazer uma grande homenagem a metralhadora do repente, como era conhecido.

 

0 comentários: