Mário Matins: Carnaíba encerra as atividades do lixão na próxima segunda-feira

Prefeitura de Caruaru

ALEPE

quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

Carnaíba encerra as atividades do lixão na próxima segunda-feira

 













Dando prosseguimento ao processo de instalação do aterro sanitário próprio, a Prefeitura de Carnaíba encerra as atividades do lixão municipal nesta próxima segunda-feira (06/12). 

A partir desta data nenhum lixo poderá mais ser depositado ali e não será mais permitida a ação de catadores no local. 

Os resíduos sólidos coletados na cidade, serão enviados para uma estação de transbordo, localizada em Triunfo e de lá será transportado para um dos três aterros da região. O terreno do antigo lixão será recuperado, de acordo com as normas ambientais.

Com a medida, a cidade se adequá à Política Nacional de Resíduos Sólidos e garante maior preservação do meio ambiente no município. 

“Nós estamos cumprindo com o que prometemos, seguindo as determinações da legislação ambiental e também trazendo qualidade de vida ao nosso povo e respeito ao meio ambiente, sem deixar de amparar os trabalhadores que atuam e tiram o sustento separando aqueles materiais”, explicou o prefeito Anchieta Patriota.

O prefeito Anchieta Patriota já anunciou que os trabalhadores do local, que fazem parte da Associação de Catadores de Carnaíba e que vão ali diariamente fazer esse trabalho de separação de materiais recicláveis, serão remuneradas com um salário mínimo até o início das obras do aterro sanitário, quando então serão remanejados para a construção.

Para o presidente da Associação dos Catadores, Damião Alves, 34, as condições de trabalho já melhoraram muito e a esperança agora é que melhore ainda mais. 

“A gente nunca teve isso não de ter roupa, bota, de se organizar, e agora com o aterro se é 100% vai pra 1000! Vai ser bom demais, temos fé em Deus que o prefeito disse que ia fazer e vai”, assegurou Damião.

Com o encerramento do lixão, a prefeitura aguarda agora a autorização da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) para dar início a obra do aterro sanitário. O projeto já foi concluído, sob a responsabilidade do engenheiro ambiental Leonardo Malta.

Enquanto isso, de acordo com a diretora de Meio Ambiente, Edna Andrade, será intensificada uma campanha de educação ambiental e coleta seletiva.

“É fundamental a participação da população nesse processo, fazendo a separação em sua residência ou comércio, do lixo seco do lixo molhado. Essa simples atitude já facilita a ação dos catadores da sede”, assegurou.


0 comentários: