Mário Matins: Mergulhador encontra no fundo do mar espada do tempo das Cruzadas

quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Mergulhador encontra no fundo do mar espada do tempo das Cruzadas

 

O mergulhador encontrou o artefato no sábado (16) em uma área onde as correntes marinhas deslocam a areia e revelam itens escondidos


Espada achada na costa de Israel

Um mergulhador encontrou, na praia de Carmel, localizada no norte de Israel, uma espada datada de 900 anos, período das Cruzadas  Junto a ela, outros artefatos também foram encontrados, segundo a Autoridade de Antiguidades de Israel (IAI, sigla em inglês).

O morador do município de Atlite Shlomi Katzin entregou a espada para as autoridades de antiguidades do país e foi premiado e certificado como bom cidadão por isso.


Katzin encontrou o artefato no último sábado (16) durante um mergulho em uma área da costa onde as ondas e correntes marinhas deslocam a areia e revelam itens escondidos, explicou o IAI.

A lâmina de um metro com o punho de 30 centímetros foi encontrada enquanto o mergulhador explorava pedras e âncoras de metal.

“A espad,a que estava preservada em condições perfeitas, é um achado lindo, raro e evidentemente pertencia a um cavaleiro das Cruzadas”, declarou Nir Distelfeld, inspetor da Unidade de Prevenção de Roubo do IAI.

Segundo ele, provavelmente a antiguidade é feita de ferro. A espada foi entregue ao Departamento do Tesouro Nacional, disse o IAI em comunicado.

“Assim que a espada for limpa e usada para pesquisas nos laboratórios da Autoridade de Antiguidades de Israel, nós garantimos que ela será exibida ao público”, afirmou o diretor geral  da IAI, Eli Escosido.

O diretor da Unidade de Arqueologia Marinha da Autoridade de Antiguidades de Israel, Kobi Sharvit, explicou que a costa de Carmel forneceu abrigo para navios durante as tempestades ao longo de séculos de atividade marítima.

Essas condições - uma costa repleta de enseadas naturais - atraíram navios mercantes ao longo dos tempos, deixando para trás achados arqueológicos ricos”.



Folha PE

0 comentários: