Mário Matins: Jovem tabirense morre em acidente ao voltar de Bolão de Vaquejada em Água Branca

domingo, 24 de outubro de 2021

Jovem tabirense morre em acidente ao voltar de Bolão de Vaquejada em Água Branca

 














Um jovem que voltava de um Bolão de Vaquejada em Água Branca morreu essa manhã em um acidente.

O episódio ocorreu entre as rodovias PB 306 e a PE 409, entre os dois municípios. Marcelo Silva, de apenas 21 anos, sobrou em uma curva e morreu na hora.

Uma equipe do SAMU esteve no local mas infelizmente não havia nada que pudesse ser feito. Marcelo era apaixonado por cavalos e vaquejadas.

Era filho de Soneide, conhecida dona de um trailler na Praça Pedro Pires. O pai, André Silva,  o Dedé dos Tambores,  também é pedreiro.

Eventos como vaquejadas e bolões estão entre os que voltaram com força na região.  E de longe esses e outros eventos realizados não cumprem os protocolos. E prefeitos não fiscalizam por má vontade, falta de estrutura, relaxamento ou mesmo ignorância.

Hoje, shows, por exemplo, devem ter 90% dos ingressos destinados a quem já tiver completado seu esquema vacinal, seja com duas doses ou a vacina de dose única.

Os outros 10% dos ingressos serão vendidos a quem tiver tomado apenas a primeira dose e apresentar exame negativo de RT-PCR feito 48 horas antes do evento ou de antígeno realizado 24 horas antes.

Os shows poderão ser realizados até 1h, com duração de até sete horas.

A nova flexibilização não abrange área de dancing, mas será permitido ficar em pé utilizando a máscara. A máscara só poderá ser retirada quando se estiver consumindo comida ou bebida. Nada disso é cumprido.

Na Paraíba os protocolos são ainda mais duros. Shows, feiras e convenções no estado, tem que respeitada 20% da capacidade do local.






Nil Junior

0 comentários: