Mário Matins: Movimentos sociais realizam mais um protesto contra Bolsonaro, em Serra Talhada

sábado, 24 de julho de 2021

Movimentos sociais realizam mais um protesto contra Bolsonaro, em Serra Talhada

 Por Guilherme Azevedo

Na manhã deste sábado (24), movimentos de partidos de esquerda e manifestantes que relataram estarem insatisfeitos com o governo do Presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem partido), foram as ruas da Capital do Xaxado.

Foto: Jared Magalhães

A concentração teve início às 09h00, em frente ao Pátio da Feira Livre no Centro de Serra Talhada. Durante o ato, os manifestantes demonstraram sua indignação com o governo, utilizando cartazes, máscaras, bandeiras. Entretanto alguns líderes de partidos estiveram marcando presença, Ari Amorim, presidente do PSOL; Anildomá Williams, Secretário de Cultura; Cleonice Maria, presidente do PT de Serra Talhada; Lia representante do MST, também a presença de Sinezio Rodrigues, Secretário de Meio Ambiente; PSOL (Partido Socialismo e Liberdade), MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) , PT (Partido dos Trabalhadores), FETAPE (Federação dos Trabalhadores Rurais de Pernambuco); Movimento Diverso, ADUFERPE (Associação dos Docentes da Universidade Federal Rural de Pernambuco).

Foto: Jared Magalhães
Foto: Jared Magalhães

Contudo, ainda contou com a presença de líderes de movimento das cidades vizinhas, Triunfo, Santa Cruz da Baixa Verde, Calumbi, Flores e Floresta. O trajeto percorreu do Pátio da Feira Livre até a Praça Doutor Sérgio Magalhães, durante a caminhada diversas pessoas mostraram a indignação contra o governo do presidente, as cobranças ainda aumentaram com relação a rejeição da compra de vacinas no ano passado, aumento do Auxílio Emergencial para um valor mais digno.

Foto: Jared Magalhães

No ato, gritos fora “Bolsonaro” “genocida” “bandeiras” e cartazes serviu de demonstração da indignação com o presidente. Na Praça Sérgio Magalhães gritos “fora bolsonaro” “superpedido de impeachment” “genocida” “corrupto” tomou de conta.

Entretanto, durante todo o ato de manifestação, diversas pessoas que passaram pelo local ainda protestaram a favor do presidente Jair Bolsonaro. Os principais assuntos da reclamação na manifestação, foi o aumento do Auxílio Emergencial, aceleração da vacinação da Covid-19 e protesto contra a Reforma Administrativa que tramita no Congresso.

Foto: Jared Magalhães

“Hoje o Brasil tem 125 milhões de brasileiros com dificuldade de acesso à alimentação digna, milhares de pessoas morrendo diariamente. Hoje a população, graças à CPI, está vendo o que é o governo Bolsonaro, um governo corrupto”, afirmou o deputado federal Carlos Veras (PT), frisando a necessidade de “derrubar Bolsonaro e defender a democracia”.

Foto: Jared Magalhães

Para a melhor flexibilização no trânsito comercial, contou com a presença dos Agentes de Trânsito (STTrans), ainda o efetivo policial do 14ºBPM se fizeram presente.

0 comentários: