Mário Matins: Carnaíba: acusados de latrocínio contra escrivão da PF e assalto ao BB dentre os presos da Operação Cidade Segura

sexta-feira, 22 de março de 2019

Carnaíba: acusados de latrocínio contra escrivão da PF e assalto ao BB dentre os presos da Operação Cidade Segura


Um dos presos é suspeito de participação no assalto e explosão contra o BB de Carnaíba









Nesta quinta (20), foi deflagrada em Carnaíba a operação Cidade Segura, com o objetivo de dar cumprimento a mandados de prisão e de  busca e apreensão. A operação que foi planeja há aproximadamente um mês, foi chefiada pelo Delegado de Polícia Civil, Guilherme Augusto Cruz Andrade, o qual exerce a titularidade da Unidade de Polícia da cidade, em parceria com o núcleo de inteligência da Policia Militar através do Sargento Praxedes, e do Capitão Airan.
“O objetivo principal desta operação é o de mostrar para a sociedade carnaibana, que os órgãos de segurança e de justiça, estão muito atentos aos anseios da sociedade, bem como, trabalham em fina sintonia para coibir quaisquer tipo de prática criminosa em nossa região”.
Na operação, ao todo, seis pessoas foram presas. Marcos Renan Silvestre de Lima foi indiciado tentativa de latrocínio contra pessoa conhecida por Madson em Carnaíba. É um dos suspeitos da tentativa de latrocínio contra o escrivão da Policia Federal em São José do Egito.  Fernando de Souza, 59 anos, foi baleado na cabeça mas sobreviveu sem sequelas. O crime aconteceu em dezembro do ano passado.
Manoel Wagner Alves de Andrade, conhecido como Wagner da Caiçara, foi indiciado pela prática do delito de Adulteração de Veículo Automotor. Também é suspeito de participar de diversos roubos, incluindo o do Banco do Brasil de Carnaíba, em fevereiro do ano passado. Luis Cosme de Lima, Popó, foi indiciado pelo delito de furto qualificado. Janderson Pereira do Nascimento, popularmente conhecido como Nego, foi indiciado por ter tentado matar José Jhonas de Medeiros, a  golpes de faca.
Geane Batista Pereira foi indiciada em Inquérito Policial, depois de atentar contra a vida de Quitéria Maria da Silva Ferreira. E Amaro Ferreira Neto, que estava foragido do Presídio Barreto Campêlo, desde o mês de agosto do ano passado, por roubo qualificado e tráfico de drogas, suspeito de participar de diversos roubos na cidade de Carnaíba.
“Importante o canal de comunicação entre a Policia e a sociedade. Orientamos as pessoas a denunciarem fatos criminosos que ocorram nesta cidade, visando assim garantir a paz e a segurança de todos os cidadãos de Carnaíba”, disse à Rádio Pajeú. Por fim, esclareceu que esta operação, em cooperação com a Policia Militar, é mais uma ação do Governo do Estado de Pernambuco, para atender as diretrizes do Pacto Pela Vida.





Nil Junior

0 comentários: