Mário Matins: Perícia achou sangue no carro em que Evandeilson Lima foi visto última vez

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Perícia achou sangue no carro em que Evandeilson Lima foi visto última vez










Delegado Ubiratan Rocha pedirá prorrogação da prisão de temporária de Cícero Robson. “As perícias corroboram nosso posicionamento e desmentem o suspeito”
O Delegado Ubiratan Rocha disse em entrevista ao programa Manhã Total, da Rádio Pajeú, que as perícias realizadas e contradições no depoimento de Cícero Robson à polícia o colocam na condição de principal suspeito de participação no desaparecimento de Evandeilson Lima, o Vando, prestes a completar dois meses. por isso, pediu a prorrogação de sua prisão preventiva. Cícero Robson é agente da STTRANS em Serra Talhada, radicado em Afogados.
“É uma investigação complicada sem um local de crime. Entretanto, a prisão temporária foi deferida porque a gente pegou contradições. Diante da linha de investigação, começamos a fazer trabalhos técnicos para fundamentar os pedidos cautelares”, afirmou.
Além do trabalho intenso, o Delegado afirmou que conseguiu com sua equipe fechar a parte técnica. “As perícias corroboram nosso posicionamento e desmentem o suspeito. Temos a convicção de participação dele em alguma coisa. Estamos trabalhando com a possibilidade de homicídio. A gente foca o suspeito Cícero Robson”. Um dos detalhes técnicos foi revelado pelo Delegado. “Conseguimos encontrar manchas de sangue, após uso do reagente Blue Star no veículo do suspeito. Os exames de DNA estão avançados”, afirmou.
Reagentes como o Luminol e Bluestar servem para os Peritos Criminais realizarem a pesquisa de sangue latente, ou seja, locais de crime com sangue que foram lavados. Mesmo que não seja visível mais a mancha de sangue, as hemoglobinas residuais reagem com o Luminol e provocam a emissão de fluorescência, revelando a presença de sangue.
Outra informação é de que o Instituto de Criminalística refez um dos caminhos indicados pelo suspeito na noite do crime. “Todas as declarações caíram por terra” afirmou. Perguntado se há possibilidade de mais de uma pessoa envolvida no desaparecimento, o Delegado disse acreditar que não exista uma só pessoa mas que a balança pende inicialmente para participação do Cícero Robson. “A gente tem que ir por blocos. Estamos fechando tecnicamente a participação”.
O Delegado confirmou a  solicitação da prorrogação da prisão temporária. “Estamos pedindo hoje embasados tecnicamente. Pelo que foi encontrado pelo caminho da investigação. Se não visse qualquer indício ele não estaria preso. São vários indícios”. O Delegado disse que tem que fechar o inquérito até 22 de maio.
Trabalha com óbito: o Delegado confirmou que trabalha com a informação de que o Evandeilson esteja morto. “Eu não vou dizer que são nulas as probabilidades de que o Vando esteja vivo. Certeza, ninguém dá. Porém hoje a gente já trabalha que o Evandeilson tenha chegado a óbito já”.




Nil Junior

0 comentários: