Mário Matins: Entrada do PSOL no páreo quebra polarização entre Paulo Câmara e Armando Monteiro

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Entrada do PSOL no páreo quebra polarização entre Paulo Câmara e Armando Monteiro











O PSOL realizou no Recife, no último final de semana, o 6º Congresso Estadual do partido, com indicativo de lançamento de candidato próprio ao Governo de Pernambuco.
Se os “psolistas” colocarem em prática o que foi decidido no Congresso, a disputa pelo Governo do Estado não ficará polarizada entre o governador Paulo Câmara (PSB) e o senador Armando Monteiro (PTB).
Há ainda a possibilidade de o PT também ter candidato, que seria a vereadora Marília Arraes se o senador Humberto Costa não barrar os seus passos.
O Congresso do PSOL contou com dois grandes momentos. No sábado (28), houve debate político e avaliação da conjuntura atual. No domingo, discussão e aprovação das teses do partido.
Ficou decidido o lançamento de candidato próprio ao Governo do Estado e que o nome será escolhido até dezembro, mas não será o deputado Edilson Silva para não tirá-lo da Assembleia Legislativa, onde desempenha um bom mandato.
A “Alternativa Popular”, tendência na qual militam a advogada Michelle Santos e o Professor Moisés Bonifácio, do PSOL de Caruaru, indicou Severino Alves, também conhecido como “Biu”, presidente do PSOL Recife, para a presidência estadual do partido nos próximos dois anos, em substituição a Albanise Pires.
O Congresso Nacional do partido será realizado de 1º a 3 de dezembro na cidade de Luziânia (GO).





Inaldo Sampaio

0 comentários: