Mário Matins: Ação conjunta entre 1ªCIPM, 4ªCIPM e BEPI apreende quase 500 kg de maconha em Floresta

sábado, 2 de setembro de 2017

Ação conjunta entre 1ªCIPM, 4ªCIPM e BEPI apreende quase 500 kg de maconha em Floresta

Durante operação policial no Sítio Poço da Pedra II, na Zona Rural do município de Floresta, no Sertão de Itaparica, Policiais Militares da 1ª CIPM, 4ªCIPM e BEPI prenderam três pessoas por tráfico de drogas, associação criminosa, uso ilegal de arma de fogo e munições.
Segundo a Polícia Militar, a ação conjunta teve início no final da tarde da última quarta-feira (30), onde os efetivos, após informações dando conta da existência de um cultivo de drogas (maconha), na localidade Poço da Pedra II, fez deslocamento para averiguar, e ao chegar no local foram abordados os suspeitos: João Francisco da Silva, 33 anos; Fábio Júnior Rosa da Silva, 18 anos e Gilmar Jurandir da Silva, 24 anos, tendo apreendido com os mesmos: uma espingarda, Boito, calibre 28 e uma espingarda, caseira, tipo soca-soca. Ao realizar buscas próximo à residência onde os suspeitos que se encontravam, foi localizado, vários sacos plásticos com maconha pronta para consumo. Posteriormente, os acusados levaram o policiamento até um casebre próximo, onde foi encontrado outra grande quantidade de maconha, também pronta para o consumo. Em continuidade às buscas, foi encontrada escondido em um rancho, próximo ao local do cultivo da erva, uma motocicleta CG, vermelha de placa: KIW-8026, de propriedade de Adelson Moura Francisco Cícero da Silva, vulgo “Miguel ou Moura”, apontado também como responsável pelo plantio roças de maconha naquela localidade.
Após o termino das buscas, foi dado voz de prisão aos suspeitos e, juntamente com os abjetos apreendidos: 497 kg maconha; 01 espingarda cal.28; 01 espingarda soca soca; 50 unidades de espoletas; 625 gramas de chumbo e duas motocicletas, foram encaminhados para Delegacia de Polícia Civil da cidade de Floresta, onde foram autuados em flagrante delito, por tráfico de droga, posse ilegal de arma de fogo e associação criminosa, ficando tudo a disposição da Polícia judiciária para audiência de custódia.





Nayn Neto

0 comentários: