Mário Matins: PREFEITURA DE AFOGADOS PERSEGUE AFOGADENSE QUE VENDE PLANTAS ÀS MARGENS DO SISTEMA VIÁRIO

quinta-feira, 8 de junho de 2017

PREFEITURA DE AFOGADOS PERSEGUE AFOGADENSE QUE VENDE PLANTAS ÀS MARGENS DO SISTEMA VIÁRIO






Na manhã desta quinta-feira o afogadense Zé Culeta foi surpreendido por fiscais e guardas municipais que queriam que ele retirasse seu caminhão das margens do sistema viário, eles disseram que se ele fosse de outra cidade não poderia vender suas fruteiras e plantas. O fato só nos leva a deduzir que é perseguição, pois várias vezes pessoas de fora vem com um caminhão e vendem cadeiras, mesas e outras mercadorias, mas os fiscais e os guardas municipais nunca foram lhes tirar do local, mas com Zé Culeta a ação foi rápida, o mesmo é afogadense filho de Seu Loló do caminhão, Zé Culeta trabalhou muitos anos com carro pipa e caminhão em Afogados e região, sempre contribuiu com o município, algumas vezes vai trabalhar em Petrolina porque aqui as condições de trabalho não ajudam e agora com essa ação do governo municipal fica pior ainda.
Em conversa com Zé Culeta, o mesmo me mostrou o documento do veículo pago ontem, no valor de 1.600,00 (Um mil e seiscentos reais) parte do imposto fica para o município, é revoltante saber que um homem trabalhador, nascido e criado no município, seja perseguido pela gestão de Patriota.
Agora eu pergunto, por que não retiram um senhor de fora que onde plantas na praça Arruda Câmara, atrapalhando a passagem dos pedestres? mas um afogadense que não está atrapalhando nada e busca ganhar o seu pão de cada dia. Eu não tenho nada contra quem é de fora, sou contra perseguir e impedir de trabalhar aqueles que agem sem prejudicar os outros, tem dois pesos e duas medidas? Tem que respeitar quem é de fora, afinal o prefeito Patriota não é afogadense, é de Tabira, mas foi acolhido pelo município, formou sua família aqui e gerencia nossos destinos, mas tem que melhorar muito a forma de tratar nosso povo, afinal ele chegou a todos os cargos qu8e ocupou com os votos dos afogadenses na sua maioria, tem que lembrar que seu cargo é passageiro.

0 comentários: