Mário Matins: Sargento da PM é morto em São Lourenço da Mata, na RMR

domingo, 11 de dezembro de 2016

Sargento da PM é morto em São Lourenço da Mata, na RMR

Carro da Polícia Militar
























Segundo a PM, nada foi roubado do sargento, que era lotado no Hospital da Polícia Militar, no Derby. O suspeito não foi identificado até o momento.

De acordo com informações do Instituto Médico Legal (IML), no Recife, o corpo foi liberado por volta das 12h deste domingo (11) para o enterro, no Cemitério de São Lourenço da Mata.

Segurança pública

A segurança pública na Região Metropolitana do Recife (RMR) ganhou o reforço de militares das Forças Armadas, que foram acionados em operação de Garantia de Lei e Ordem em Pernambuco após pedido do Governo do Estado enviado ao presidente Michel Temer na terça-feira (6). A solicitação do Estado foi feita após policiais militares ameaçarem entrar em greve.

A intervenção dos militares começou com 400 já na sexta-feira (9), quando houve uma assembleia de policiais e bombeiros no Derby, área central do Recife. No sábado, o número subiu para 1.540 e deve chegar a 3,5 mil até o final da tarde deste domingo.

A Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil continuam atuando, mas subordinadas ao Comando Militar do Exército. As Forças Armadas poderão revistar, autuar em flagrante e fazer o patrulhamento intensivo.

Segundo o governador Paulo Câmara, o funcionamento dos batalhões está normal em Pernambuco. “Os lançamentos da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e das outras polícias está normal. Estamos com o funcionamento dos batalhões em todo o Estado. Estamos tendo esse reforço na Região Metropolitana, mas garanto que o clima é de total tranquilidade”, afirmou o governador após a reunião realizada no Palácio do Campo das Princesas.







Segundo a PM, nada foi roubado do sargento, que era lotado no Hospital da Polícia Militar, no Derby. O suspeito não foi identificado até o momento.

De acordo com informações do Instituto Médico Legal (IML), no Recife, o corpo foi liberado por volta das 12h deste domingo (11) para o enterro, no Cemitério de São Lourenço da Mata.

Segurança pública

A segurança pública na Região Metropolitana do Recife (RMR) ganhou o reforço de militares das Forças Armadas, que foram acionados em operação de Garantia de Lei e Ordem em Pernambuco após pedido do Governo do Estado enviado ao presidente Michel Temer na terça-feira (6). A solicitação do Estado foi feita após policiais militares ameaçarem entrar em greve.

A intervenção dos militares começou com 400 já na sexta-feira (9), quando houve uma assembleia de policiais e bombeiros no Derby, área central do Recife. No sábado, o número subiu para 1.540 e deve chegar a 3,5 mil até o final da tarde deste domingo.

A Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil continuam atuando, mas subordinadas ao Comando Militar do Exército. As Forças Armadas poderão revistar, autuar em flagrante e fazer o patrulhamento intensivo.

Segundo o governador Paulo Câmara, o funcionamento dos batalhões está normal em Pernambuco. “Os lançamentos da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e das outras polícias está normal. Estamos com o funcionamento dos batalhões em todo o Estado. Estamos tendo esse reforço na Região Metropolitana, mas garanto que o clima é de total tranquilidade”, afirmou o governador após a reunião realizada no Palácio do Campo das Princesas.



FolhaPE

0 comentários: