Mário Matins: Pernambuco se rende ao talento de Dedé Monteiro

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Pernambuco se rende ao talento de Dedé Monteiro


dede-monteiro-2Os tabirenses aguardavam com ansiedade a escolha de quem seria o Patrimônio Vivo da Cultura de Pernambuco porque um ilustre filho concorria à tamanha honraria: Dedé Monteiro, o Papa da poesia.
Na tarde dessa quinta-feira (15), o resultado foi divulgado e alegria foi grande. Tudo começou quando as poetisas Andrea Miron e Belinha inscreveram o Poeta Dedé para concorrer à indicação.
Depois disso foi feita uma grande coleta de material do nosso poeta que provavam a sua importância para a Cultura pernambucana. A defesa foi feita no dia 24, no Museu do Estado.
Nessa quinta houve a eleição e, por unanimidade, Dedé Monteiro foi escolhido Patrimônio Vivo da Cultura de Pernambuco. Depois do resultado divulgado, as manifestações foram imediatas nas redes sociais e o que se via era um orgulho danado pelo reconhecimento, mais que merecido, do nosso mestre Dedé Monteiro.



Radar do Sertão

0 comentários: