Mário Matins: Empresário acusa presidente da Câmara de Serra Talhada de cercear liberdade de imprensa

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Empresário acusa presidente da Câmara de Serra Talhada de cercear liberdade de imprensa

“Vamos acionar o Ministério Público o qual será acionado pela emissora” foi assim que o comunicador e empresário Marcos Oliveira proprietário da Serra FM externou sua indignação na noite desta segunda-feira (05), ao ser impedido pelo presidente da Câmara de Vereador de Serra Talhada, Agenor de Melo de transmitir a votação das contas do ex-prefeito Carlos Evandro (PSB).
marcos-oliveira
O comportamento do Chefe do Legislativo foi classificado pelo empresário de “cerceamento à liberdade de imprensa”.
Ainda segundo Marcos Oliveira, o presidente da Câmara de Vereadores “afrontou de forma arbitrária a liberdade de imprensa”.
O empresário ainda completou que a negativa de Agenor “foi sem justifica jurídica fundamentada, a Rádio Serra FM foi impedida de transmitir a sessão do julgamento das contas do ex-prefeito Carlos Evandro. Foi uma infeliz decisão e uma afronta à liberdade de imprensa”, desabafou.
De Júnior Campos

0 comentários: