Mário Matins: Em discurso, Gonzaga Patriota fala sobre o combate ao mosquito aedes aegypti‏

domingo, 20 de março de 2016

Em discurso, Gonzaga Patriota fala sobre o combate ao mosquito aedes aegypti‏


1

Em discurso no grande expediente, nesta sexta-feira (18), o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) fez uma análise sobre a epidemia de Dengue que o país está enfrentando no momento.
“O nosso país tem enfrentado nos últimos tempos, uma verdadeira, preocupante e perigosa epidemia de Dengue. Trata-se de uma batalha contra um pequeno mosquito que tem tirado o sono da população brasileira”, comentou.
O socialista informou que a dengue tornou-se um problema global desde a II Guerra Mundial e é endêmica em mais de 110 países diferentes, principalmente em regiões tropicais de Oceania, África Oriental, Caribe e América.
Para Gonzaga Patriota, a proliferação do mosquito Aedes aegypti não está relacionado apenas ao pneu velho encostado ou ao vaso de planta com água, por exemplo. Os dados têm ligação também com a falta de saneamento básico adequado nas cidades, o que facilita o surgimento de criadouros do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.
“Sem investimento no saneamento básico não tem como combater o mosquito. Necessita-se urgência de implantação de uma política de saneamento habitacional mais eficaz, como a regularização do abastecimento de água e tratamento da rede de esgoto”, avaliou.
Segundo o deputado, as ações de combate ao Aedes aegypti, incluem componentes básicos como: saneamento do meio ambiente, ações de educação, comunicação, informação e combate direto ao vetor.
Os deputados Tadeu Alencar, Heráclito Fortes e Danilo Forte (todos do PSB) parabenizaram a iniciativa de Patriota em abordar esse assunto de extrema importância no momento para o país. Os parlamentares concordaram que a falta de saneamento básico é o grande vilão no combate ao mosquito Aedes aegypti.
Gonzaga Patriota revelou que pretende transformar o discurso realizado hoje em um livro para contribuir com a informação e ajudar a combater o mosquito.

0 comentários: