Mário Matins: Gonzaga Patriota cobra votação do PL que proíbe venda de refrigerantes a menores de 18 anos

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Gonzaga Patriota cobra votação do PL que proíbe venda de refrigerantes a menores de 18 anos


20110208183544_20110208drpn22
O deputado federal Gonzaga Patriota usou a tribuna da Câmara, nesta quarta-feira (08), para cobrar a votação do Projeto de Lei que proíbe a venda de refrigerantes a menores de 18 anos de idade. A matéria estabelece a proibição da comercialização num perímetro de 200 metros das escolas de educação básicas do “refri”, de massas folhadas, frituras, biscoitos recheados, pipocas industrializadas, sucos artificiais, enlatados, alimentos que contenham gordura trans, balas, pirulitos e gomas de mascar.
O parlamentar fez um alerta para o consumo excessivo de refrigerante e informou que milhares de crianças e adolescentes morrem todos os anos por conta do consumo desse tipo de bebida.
Meu projeto de lei ainda está se arrastando aqui no Congresso desde 2013, vamos votar esse PL, se não a gente vai continuar vendo nossas crianças viciadas e taxas muito mais altas das que registramos hoje de mortes devido ao consumo de refrigerante”, disse.
O socialista apresentou uma pesquisa divulgada pela Revista Isto É, desta semana, em que segundo estudo realizado numa universidade norte-americana, o consumo de refrigerantes e de outros produtos açucarados é responsável por mais de 184 mil mortes todos os anos, no planeta. É um dado alarmante, considerando-se o fato de nos referirmos aqui a bebidas consideradas “inofensivas” em comparação com as de teor alcoólico.
Os pesquisadores emitiram seu relatório com base em análise referente à ingestão desse gênero de bebida entre os anos 1980 e 2010, em 51 países. E constatou-se que aproximadamente 75% das mortes relacionadas a esse caso acontecem em países pobres e em desenvolvimento, como é o caso do Brasil.
Outro dado preocupante é de que a população jovem é mais propensa a desenvolver doenças crônicas como resultado do consumo dessas bebidas do que o contingente adulto.

0 comentários: