Mário Matins

quinta-feira, 5 de maio de 2016

PARABÉNS PARA RENATA ALVES

Nosso blog parabeniza a enfermeira Renata Alves pelo seu aniversário,  que Jesus te abençoe e te proteja.  Renata é filha do casal Zulene e Cícero,  irmã de André e Douglas. Parabéns amiga.

quarta-feira, 4 de maio de 2016

FILA ENORME NO ÚLTIMO DIA PARA TIRAR E TRANSFERIR TÍTULO ELEITORAL


O brasileiro é famoso por deixar quase tudo sempre pra última hora, hoje muitos eleitores estão enfrentando uma enorme fila para realizar inscrição e transferência do título eleitoral. Alem da fila, estão enfrentando um terrível calor, fome e o cansaço. Existe a expectativa de acontecer grande abstenção,  por conta da situação da classe política junto ao eleitor.

Grupo de Mulheres Artesanatos Pajeú lança linha de roupas e acessórios artesanais‏


Artesanatos Pajeú
O Grupo de Mulheres Artesanatos Pajeú está lançando a sua linha de roupas e acessórios artesanais “Moda Matuta”, uma conquista para as sete mulheres do grupo que utilizam retalhos de tecidos para a confecção das peças.
O desfile de lançamento será no próximo sábado (07), durante a 1ª Feira de Empreendedorismo de Afogados da Ingazeira, a partir das 20h, na Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara, no centro da cidade.
O evento é uma realização da Rede de Mulheres Produtoras do Pajeú, com financiamento da Brazil Foundation, em parceria com a Prefeitura de Afogados da Ingazeira, Sebrae e Luna Fotografia.

O grupo – Com sede no Bairro São Sebastião, em Afogados da Ingazeira, o grupo Artesanatos Pajeú confecciona vestidos, saias, shorts, blusas e acessórios que são comercializados no próprio espaço de produção, em eventos, feiras e na Loja Itinerante da Rede de Mulheres Produtoras do Pajeú, gerando renda e empoderamento para as mulheres.

Yane Marques disputa final da Copa do Mundo nos EUA

pen_YaneMarques_divCBPM_434

















Yane Marques encara um dos principais desafios antes dos Jogos Olímpicos a partir da quinta-feira, quando inicia a disputa a grande final da Copa do Mundo de Pentatlo Moderno, em Sarasota, nos Estados Unidos.
A pernambucana será a única representante do País na competição, que encerra o primeiro período pré-olímpico em 2016.
Atual número 6 do ranking da União Internacional da modalidade, Yane se credenciou para a final após conquistar os 21º, 9º, 5º lugares nas três primeiras etapas da Copa, nessa ordem. Seus resultados foram tão bons que ela não precisou disputar a quarta fase do torneio para buscar a classificação. Agora, sua meta é voltar a apresentar bom desempenho para figurar entre as primeiras colocações.
Para isso, Yane vem treinando muito. Nas últimas semanas ela viajou para Belo Horizonte, onde treinou esgrima com seu técnico Thales Metre, e para o Corolado, onde realizou um camping com outros pentatletas. A estratégia da pernambucana visa melhorar sua técnica na esgrima, esporte em que o nível não é tão elevado no Brasil.
“A gente faz essas viagens para treinar com outros competidores e sempre buscar melhorias. É produtivo e necessário porque jogo com atletas de países que têm tradição no esporte”, comentou Yane, que após a final segue para a França para realizar mais um camping.

A temporada na Europa só finaliza com a disputa do Campeonato Mundial, entre os dias 22 e 29 de maio, em Moscou, na Rússia. Na ocasião, Yane vai tentar repetir o bom rendimento que teve no ano passado, quando conquistou o bronze e garantiu sua vaga nos Jogos do Rio.



Nil Junior

terça-feira, 3 de maio de 2016

Ex-presidiário é assassinado no bairro COHAB, em Serra Talhada

Na noite desta segunda-feira (02), por volta das 20h00, um ex-presidiário, identificado Cícero dos Santos Silva,  35 anos, vulgo “Sô”, foi assassinado a tiros, em frente à sua residência, nas proximidades do Vaqueiramas, na Rua Francisco Gomes de Souza nº 41, bairro da COHAB, na cidade de Serra Talhada, Sertão do Pajeú, de Pernambuco.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Segundo testemunhas, a vítima se encontrava na frente da sua residência, quando dois homens não identificados, montados em uma motocicleta, de características e placa não anotadas, se aproximaram e efetuaram vários disparos de arma de fogo contra a vítima que ainda tentou correr para a lateral da residência, porém não resistiu e caiu. Os algozes se evadiram do local, tomando destino ignorado. A vítima ainda chegou a ser socorrida para o HOSPAM, porém não resistiu e veio a óbito.


Nayn Neto

Jovem morre afogado ao tentar atravessar açude montado a cavalo em São José do Egito











Um jovem de apenas 20 anos, morreu afogado no final da manhã desta segunda-feira dia (02), em um Açude de São José do Egito, no Sertão de Pernambuco.

Paulo Cesar da Silva Teles, estava dando banho em seu Cavalo quando resolveu montado no animal atravessar o Açude do ‘Forasteiro’, como é conhecido na cidade, um açude antigo, pequeno, mas com uma profundidade razoável, na parte principal que pode chegar a 8 metros.

Ao tentar atravessar, o cavalo se assustou e o rapaz caiu no meio do açude, Paulonão sabia nadar e afundou. Depois da tentativa sem sucesso de localizar o rapaz, os outros jovens que estavam na companhia de vítima, correram e chamaram ajuda, populares mergulharam e encontraram o corpo, cerca de 40 minutos depois do desaparecimento.

Paulo era natural de São José do Egito. Segundo Marcello Patriota, o corpo foi levado para o IML -Instituto de Medicina Legal de Caruaru.

Colisão entre carro e caminhão deixa um morto na BR-428, em Santa Maria Boa Vista

Uma colisão entre um caminhão e um carro de passeio deixou uma pessoa morta nessa segunda-feira (2), na BR-428, entre as cidades de Santa Maria da Boa Vista e Lagoa Grande, no Sertão de Pernambuco. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu no quilômetro 124 da rodovia. O carro de passeio teria invadido a contramão da rodovia e batido de frente com o caminhão.
acidnete santa maria
Foto: Divulgação/PRF.
Ainda segundo a PRF, após a batida, os dois veículos saíram da pista. O condutor do carro, identificado como Jeferson Ramon Sousa Campos, de 38 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O motorista do caminhão, Francisco das Chagas Gomes de Araújo, não sofreu nenhum ferimento. Ele foi ouvido pela polícia e liberado.
O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML).
Do NE10 Interior

GALERIA SÃO JOSÉ AGORA É DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO DAS TINTAS FORTEX



galeriatinta1A Galeria São José, em Afogados da Ingazeira, está realizando entre os dias 02 e 07 deste mês, o lançamento da sua linha de tintas FORTEX para todos os uso.galeria1tintas2Segundo o empresário Walter Henrique (Waltinho), a empresa agora é o distribuidor exclusivo em Afogados da Ingazeira, das tintas FORTEX, “essa campanha além do lançamento, tem também oferta de descontos em tintas Branco Gelo e Branco Neve. A Galeria São José, fica situada na Avenida Manoel Borba, 19 no Centro de Afogados da Ingazeira. 





fotos: Júnior Finfa

segunda-feira, 2 de maio de 2016

PSOL DE AFOGADOS REALIZA REUNIÃO ORDINÁRIA




O PSOL de Afogados da Ingazeira realizou na manhã do último domingo mais uma reunião ordinária, para tratar de assuntos referentes as eleições municipais, dentre eles: a definição da chapa majoritária da oposição e a coligação proporcional. Com relação a chapa majoritária, o partido mantém o nome de Fernando Moraes como pré-candidato, nome que será defendido em reunião com os partidos de oposição, já com relação à proporcional, o PSOL definiu que não aceita coligação com os vereadores Zé Negão e Vicentinho, com relação a Antonieta, o partido ainda não deciciu, porém, aceita coligar-se com o PT.
O PSOL tem grandes chances de eleger dois ou mais vereadores, o grupo está unido e marcha junto para surpreender nas próximas eleições.
A reunião aconteceu na chácara de Zefinha Paraíba (mãe de Mário Martins) e teve a participação de Fernando Moraes, Mário Martins, Erickson Torres, Caranga, Maviael, Cancão, Verinaldo, Antonio Pacheco, Fátima Guerra, Cristiana Jussi, Rubinho da Ponte, César Rodrigues, Pedrão e João.

FOTOS DO ENCONTRO DE BIKES EM AFOGADOS








Santa Cruz pinta o Nordeste de vermelho, preto e branco


A festa estava sendo entoada em três, dos quatros cantos, do estádio Amigão, em Campina Grande. O silêncio tricolor dava pra ser sentido. Não haviam torcedores naquele espaço da arquibancada. Apenas almas ainda descrentes diante da perda do título, que parecia tão possível. Mas toda essa sensação teve um intervalo de tempo de dez minutos. Pareceu uma eternidade. Bendito Arthur, o jogador responsável por recolocar vida naqueles corpos tricolores. E eles passaram a respirar cantando: “Ah... É Pernambuco!” O título da Copa do Nordeste é apenas seu Santa Cruz. Inédito. Histórico. Tricolor.

O Santa Cruz volta para o Recife, no início da tarde desta segunda (2), depois de realizar um regenerativo na cidade em que levantou a taça. O próximo desafio do Tricolor é quarta diante do Sport valendo o título do Campeonato Pernambucano.

Obvio que aquele 0x0, insistente por todo o primeiro tempo, e inalterado até os 25 minutos da etapa final, era completamente enganoso. Uma outra partida, entre os mesmos rivais de ontem havia sido disputada na última quarta-feira, e a vantagem tricolor, no duplo confronto, foi aberta naquele gol de Bruno Moraes, no apagar das luzes. Era este 2x1 que não saia das cabeças dos tantos torcedores presentes no Estádio Amigão, em Campina Grande. E foi ele quem ditou estratégias e comportamentos durante o jogo.

O Campinense não foi o mesmo do primeiro encontro, no estádio do Arruda, assim como o Santa Cruz também esteve diferente da equipe que atuou no Recife. Falo na questão de atitude. Os tricolores foram os adversários que a Raposa conseguiu ser na primeira partida. A diferença, no entanto: os anfitriões de Campina Grande se mostraram mais perigosos que os corais da partida de ida. De fato, o placar e o tempo eram inimigos, e o Santa Cruz soube atrair essa dupla de aliados para o jogo.

Tudo poderia ter sido tão diferente se Grafite não tivesse desperdiçado a melhor chance da partida no primeiro tempo. Jogada que começou com Arthur, em contra-ataque, e que fez a bola chegar na grande área para o centroavante coral, sozinho, abrir o marcador. Ele errou o chute, quando só havia o goleiro Gledson e as traves a sua frente. Naquele momento, os tricolores já tinham João Paulo em campo. Leandrinho havia sentido uma contusão e deu a vaga ao jogador.

Quem sabe se tudo tivesse sido diferente, o Campinense não seria capaz de implementar tanto calor na equipe do Santa Cruz, no segundo tempo. A mudança de postura dos rubro-negros de Campina Grande. Demorou, mas quando a bola estufou as redes pela primeira vez, houve apenas um último silêncio no estádio: aquele que precedeu o grito de gol.

E que pintura foi aquele momento. O artilheiro Rodrigão tabelou dentro da área, e tocou na saída do goleiro Tiago Cardoso. Fez-se assim o seu nono gol na Copa do Nordeste. Mas o melhor estava guardado para o final. O Santa Cruz ressurgiu das cinzas, em um chute de Arthur aos 30 minutos do segundo tempo. Momento em que a equipe entrou para a história, e ganhou o Nordeste.



Mais Pajeú

AS CINCO FACES DE YANE MARQUES NO PENTATLO MODERNO


O biotipo franzino não sugere o real potencial de Yane Marques, principal pentatleta não só do Brasil, mas também da América do Sul, e uma das melhores do mundo – não à toa é a sexta colocada no ranking mundial.
No esporte mais completo do programa olímpico, no qual é preciso regularidade em cinco modalidades para conseguir chegar ao pódio, a preparação é intensa. O ritmo de trabalho é frenético. Os treinos seguem uma rotina que leva à exaustão. São horas seguidas de braçadas na piscina, sucedidas de academia ou ainda uma programação que começa com treino de tiro e corrida, passando pela equitação e terminando com duelos de esgrima.
Yane assegurou a classificação para as Olimpíadas Rio 2016 ao conquistar o terceiro lugar no Campeonato Mundial 2015.0105yanemaquesFoco e determinação são os combustíveis de Yane, que já tem mais de uma década de dedicação ao esporte. A meta é competir em alto nível em todos os eventos dos quais participa. Mas o ápice está próximo: os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a terceira participação olímpica da carreira da sertaneja de Afogados da Ingazeira e primeira oportunidade de competir em um evento de tal magnitude em casa. “Estou me dedicando de forma absurda, vivendo em função desse esporte. Tenho rezado muito para chegar ao meu objetivo e para que seja de forma leal e justa, senão não faz sentido”, destaca Yane.
A classificação antecipada para a Rio 2016, conquistada com o terceiro lugar no Campeo­nato Mundial de 2015, deu a Yane a tranquilidade de fa­zer uma preparação mais se­letiva. “Isso deu a possibilidade de programar melhor os treinos e escolher as competições”, destaca a pernambucana, que não esteve na última etapa classificatória da Copa do Mundo, por exemplo, por já estar classificada pa­ra a final, que acontece nesta semana, nos Estados Unidos.
Yane fez camping de treinos nos Estados Unidos para praticar principalmente a esgrima
Como já estava no roteiro a ida à terra do Tio Sam para a fi­nal da Copa, Yane aproveitou também para fazer um camping de treinos, no Colora­do. Essas viagens são bem comuns para ela, principalmente com ênfase na esgrima. “É a prova que abre a competição, então é importante começar pontuando bem. Os campings são muito importantes porque é uma modalidade que não depende apenas de mim, então quanto mais estilos enfrentar, melhor a preparação”, explica.
Apesar do cuidado nos treinos com a espada, é a corrida que exige atenção diferenciada da pentatleta. Para aumentar a resistência, o técnico Alexandre França a colocou até nas corridas de rua, com direito a título nos 10km da etapa Recife do PE na Pista do ano passado. “De fato, é uma prova que decide (a corrida é disputada junto com o tiro esportivo, no evento combinado, encerrando as disputas) e, infelizmente, é o meu calo. Por isso, treino praticamente de domingo a domingo. Meu objetivo para o Rio é melhorar a corrida, porque o pessoal lá fora está em um nível bastante avançado”, analisa.0105yanemaques2Na natação, Yane costuma estar sempre entre os dez melhores tempos. A média atual dela é 2min12s, mas a meta é reduzir a cronometragem para os Jogos. “É audacioso, mas penso em 2min10s alto ou 2min11s.”

A torcida no Rio pode ser um diferencial a mais para a pernambucana. E, apesar de não ser possível treinar tal entrosamento, ela espera competir em conjunto com o público. “Quando você está bem, competir em casa é motivador, impulsiona. A pressão vem pelo desejo de retribuir àqueles que foram ali. Estou me preparando para chegar lá e fazer o meu melhor, para todos saberem que, independente do resultado, dei o meu máximo. Que vença o melhor. Eu sei reconhecer a vitória dos meus adversários. A tristeza é só quando a conquista não sai por algo que não depende de você”, completa a atleta, que em 2008, nos Jogos de Pequim, foi prejudicada pelo refugo do cavalo com quem formava conjunto (o animal é sorteado pouco antes da prova).




Blog do Finfa